Dicas

Coisas para fazer durante as férias

coisas para fazer nas férias

As férias estão aí, para alguns desde o começo do mês, e para os mais azarados só nas duas últimas semanas de julho. Mas enfim, antes duas semanas de folga do que nada, né? Esses dias eu estava pensando em coisas para fazer durante essas “férias”. Como é pouco tempo, nem adianta programar muita coisa grande, mas já montei uma listinha de coisas legais e fáceis de fazer nessas duas semanas. Vamos lá?

Atualize a playlist

Música. Música pra tudo. Eu sou o tipo de pessoa que acorda e antes de qualquer coisa coloca uma playlist pra tocar. Sinto que isso muda meu dia, meu humor, minha vontade de fazer as coisas durante o dia e etc. E outra, sou a louca das playlists. Juro pra vocês, tenho playlist pra tudo: pra hora de acordar, pro banho, pra academia, pra lavar louça, pra arrumar o quarto, pra tpm, pra escola, pra dormir. Sinto que cada momento merece sua música, e levo isso à sério, como devem ter notado hahaha.Montei uma playlist pra essas férias e, já que nunca tenho tempo pra procurar lançamentos nem nada, vou aproveitar essas duas semanas pra atualizar minhas playlists. Aproveite você também pra dar uma atualizada, ouvir músicas novas, conhecer cantores e bandas novos e, quem sabe até ir em alguns shows.

Netflix, melhor amigo da vida

discos

Fala sério: com esse friozinho que tá fazendo, nada melhor do que ficar debaixo das cobertas assistindo um filminho bom ou aquela série maravilhosa. Há muito tempo eu tenho uma conta no Netflix, mas nunca me interessei em acompanhar séries, sempre fiquei só nos filmes. Estava eu em casa num belo dia e falei “acho que vou ver uma série”. Foi daí que assisti o primeiro episódio da primeira temporada de Grey’s Anatomy. Acho que não preciso nem citar o fato de que já estou na 4° temporada, né? Sério, isso vicia. Mas, como a vida não é um mar de rosas, eu normalmente não tenho tempo hábil pra ficar sentada na frente do pc vendo série, e é por isso que AINDA estou na 4° temporada hahaha. Com certeza, uma das primeiras, senão a primeira coisa que vou fazer desde o primeiro até o último dia de férias será assitir séries e comer muita pipoca.

Ah, e além de Grey’s Anatomy, esse sábado eu comecei a ver a tão famosa série Orange Is The New Black. Sério, não tenho nem palavras pra descrever o amor que estou sentindo por essa série. Em menos de uma semana, já estou quase fechando a 2° temporada (o que me preocupa, porque ao contrário de Grey’s Anatomy, que tem quase dez temporadas, OITNB só tem 3). Enfim, não procurei mais séries porque realmente não costumo ter tempo de assistir, mas eu queria conhecer mais, então se você tem alguma pra indicar, comente aí embaixo, por favor. As que eu acompanho são essas duas e indico muuuuuito pra vocês. E não se esqueçam de indicar séries pra mim também, quem sabe eu me apaixono, né? Hahaha. E vale lembrar que, além de séries, o Netflix também tem VÁRIAS opções de filmes pra quem não gosta muito de acompanhar séries. E se você não tem uma conta no Netflix, sem problemas, existe outros sites onde você tem VÁRIAS opções de filmes para assistir, se quiserem posso fazer um post sobre isso 🙂

Dê uma repaginada no visual

Todo mundo gosta de se sentir bem consigo mesmo, e o período de férias é a melhor coisa pra quem quer testar uma cor nova pras madeixas, um corte novo, deixar as unhas crescerem, fazer várias sessões de cuidados com a pele, dar aquela emagrecida e afins. Aproveite esses dias em casa para dar uma super repaginada no visual, gata! Costumo dizer que é a única época do ano que eu posso cagar na vida – não literalmente. Testar um corte de cabelo novo é clássico, acho que todo mundo já fez isso hahaha. Enfim, tire alguns dias pra você, faça limpezas de pele, hidratação no cabelo, esfoliação na pele, vá à manicure e coisas do tipo. Se cuide!

Passe mais tempo com seus amigos

fotinhas (21)

Já falei muito de ficar em casa, né? Agora tá na hora de sair. Se tem uma coisa que eu AMO fazer, é sair com meus amigos, e isso NUNCA vai mudar. Sério, se tem festa, balada, interna, confrat, barzinho, qualquer coisa… pode me chamar que eu vou! Às vezes me imagino quando fizer 18, vai ser estrago hahaha. Enfim, faça um grupo no WhatsApp e coloque todos os seus amigos. Bora sair! Festas, baladas, churrascos, internas, jantar num restaurante, cinema, barzinho, as opções são infinitas. Fora que tem várias blogueiras que já fizeram posts incríveis e completíssimos indicando lugares para ir durante as férias, só procurar e ser feliz.

Pode abusar um pouco? Pode!

Ultimamente eu venho tomando bastante cuidado com a minha alimentação, não como mais fast food, quase não tomo refrigerante, reduzi a quantidade de comida no prato, como mais frutas e afins. Mas, cá entre nós: FÉRIAS MERECE AQUELE PÉ NA JACA. Gente, sério, só penso na comida. Vou aproveitar essas férias pra comer toda a besteirada que não to comendo há muito tempo, ninguém seguraaaaa! Faça o mesmo, ter uma alimentação certinha é legal, mas nem sempre, né? Permita-se comer doces e salgados que você não come há tempos. E outra, se aventure na cozinha, com uma amiga quem sabe. Eu adoro fazer doces na cozinha, e faz tempo que não faço aquela torta de limão maravilhosa. Esqueça a dieta um pouquinho.

É isso, espero que tenham gostado. Comente aí embaixo quais são seus planos pras férias. E antes que perguntem, sim, vou gravar vídeos durante as férias e deixar tudo preparadinho pra voltar com o canal de vez. Um beijão!




YOUTUBE | FANPAGE | INSTAGRAM

Faculdade: Como escolher o curso ideal pra mim

curso ideal blog da gica

Escolher o curso ideal não é uma tarefa fácil. A saída do ensino fundamental para ingressar no ensino médio é quando, normalmente, dá aquele frio na barriga e você para e pensa: “Puts, daqui a três anos eu vou ter que decidir meu futuro.” É um nervosismo e uma pressão que todo estudante já passou e, se não passou, vai passar. Acontece que, estou no segundo trimestre do último ano do ensino médio. Sentiu a pressão? Esse é o ano da minha vida, onde vou ter que decidir o que vou fazer pelo resto da vida (ou não, tá? Você pode mudar seu rumo a qualquer momento, mas a faculdade vai te garantir um ensino direcionado à profissão escolhida). E quem pensa que eu ainda não decidi o que quero está totalmente enganado. Graças à uma etapa de autoconhecimento, pesquisas, conversas e muito mais, hoje eu posso dizer que já sei o curso ideal pra mim. Sei o quanto é complicado fazer essa escolha, já que existem hoje, no Brasil, 2.619 profissões registradas na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), e por isso resolvi vir aqui e passar pra você, que ainda não decidiu, tudo o que eu aprendi nesses últimos três anos relacionado à escolha do curso ideal. Vamos lá?

QUAIS SÃO SEUS INTERESSES?

Essa é parte mais fácil, porém mais difícil. Primeiramente você precisa se conhecer. Quais são seus interesses?Quais áreas de estudo que chamam sua atenção? Exatas, humanas ou biológicas? Quais são suas habilidades? Quais eram suas matérias preferidas no colégio? O que seria um trabalho perfeito pra você? Depois de saber a resposta de todas essas perguntas fica fácil. Faça uma lista com as matérias que mais chamaram sua atenção no colégio, outra com profissões que você admira e gostaria de seguir. A partir daí você já terá uma noção do que te agrada.

“O Autoconhecimento, sem dúvida, é determinante para a escolha da profissão, pois é onde descubro quais são minhas reais habilidades, competências, interesses, descubro qual é a minha real personalidade, e por consequência, quais são as possíveis áreas nas quais poderei atuar e ser bem sucedido”

— Tallita Martins, coach formada pela Sociedade Brasileira de Coaching.

PESQUISA, PESQUISA E MAIS PESQUISA

Essa é a melhor parte. Agora que você já tem uma noção do que mais te atrai, basta pesquisar profissões que estejam interligadas às suas características. A Internet, os jornais, a televisão e as pessoas à sua volta são as melhores fontes de informação. Use e abuse do poder da internet pra pesquisar tudo sobre os cursos que têm a ver com você. Quando digo tudo, é tudo mesmo. Dê uma olhada na grade curricular, pra ter uma noção das disciplinas que você deverá cursar e os tipos de aprendizados, tarefas e avaliações envolvidas. Também é importante pesquisar mais sobre a duração, custo, oportunidades de emprego, reconhecimento, melhores universidades e os requisitos – alguns cursos são muito difíceis de entrar, ou muito difíceis de realmente concluí-los, então seja honesto com sua seleção. Talvez seja melhor você tirar um dia pra pesquisar cada curso, não fique afobado querendo pesquisar todos os cursos de uma vez, isso vai te confundir. Uma dica muito importante, esteja sempre um com caderninho em mãos. Anote os pontos positivos e negativos de cada curso, isso vai te ajudar na hora da escolha. 

Mas e se, mesmo depois de cumprir a primeira etapa do autoconhecimento, eu não estiver com nenhuma profissão em mente?  Faça testes vocacionais. Há alguns anos o teste vocacional, aquele com várias perguntas objetivas que apontam as possíveis áreas de atuação a seguir, era utilizado com frequência, principalmente nas escolas. Entretanto, para grande parte dos profissionais da área, seus resultados são imprecisos e podem até mesmo atrapalhar na escolha. Eu discordo totalmente disso, já que, no meu caso, o teste vocacional foi indispensável na hora de me dar uma luz. Na maioria das vezes eu faço as coisas por impulso, e sei disso, então não quis cometer o mesmo erro na hora de escolher o curso. Sendo assim, recorri aos testes vocacionais, que me deram uma base muito boa indicando profissões que – algumas eu nunca tinha parado pra pensar mas –  tem tudo a ver comigo. Então, amiga, vai na fé e deixe os testes vocacionais te dar uma base do quê combina com sua personalidade.

CONVERSE COM PESSOAS MAIS EXPERIENTES

A gente sabe que, mesmo depois de pesquisar tanto, ainda fica aquela pulga atrás da orelha. Será que estou fazendo a escolha certa? Simples, vá atrás. Converse com amigos, familiares, professores e quem mais você tiver contato. Outra coisa que também é muito legal é procurar vídeos na internet. Muitas blogueiras já fizeram vídeos contando suas experiências com o curso, é o caso da Fabi Santina, Nayara RattacassoRayra Fortunato, Bia Jiacomine, Luiza Tomasuolo e muitas outras – não só blogueiras. O que não falta é informação. Alguns vídeos me ajudaram bastante, já que nos vídeos cada um conta sua experiência pessoal com o curso, cada um do seu jeito. 

Bom, é isso. Espero muito que vocês tenham gostado e que esse post ajude quem está precisando sair de cima do muro haha. Comente aí embaixo suas dúvidas e considerações sobre tudo o que foi dito e, não se esqueça de compartilhar o post com aquele amigo que está pirando pra decidir o curso. Vocês gostam desse tipo de post? Querem mais posts sobre faculdade? Tenho várias outras coisas pra dizer, mas tudo depende da aceitação de vocês, né? Haha. Um beijão!




YOUTUBE | FANPAGE | LOJA VIRTUAL